Brasil. Pátria Educadora. Pátria Quebrada.

Tempo de leitura: 4 minutos

O Brasil não está em crise. O que estamos vivendo é a nova realidade do país e assim será por algum tempo.

Nós deixamos o Brasil ser saqueado e tomado por uma política ineficiente e uma economia desequilibrada, e no lugar de um plano de desenvolvimento do país, o que vimos nos últimos anos foi apenas um plano para permanecer no poder.

O que o Brasil conseguiu nos últimos anos foi agravar um cenário que já era insuficiente para nos colocar no patamar de produtividade global, em todos os aspectos. Do grupo BRICS (Brasil, Russia, India, China, África do Sul), já ficamos para trás faz tempo.

Embora a década passada tenha sido de euforia, de otimismo exacerbado e de um falso sentimento de que “agora vai” e “chegou a nossa vez”, as bases não eram sólidas e o castelo desmoronou.

A partir de 2010 começamos a sentir os efeitos de uma década de incompetência administrativa, de um Estado pesado e incapaz de pensar no futuro do país. De uma pátria educadora nos tornamos uma pátria quebrada.

Aliás, pátria educadora nós somos apenas no slogan do governo. Na educação sempre tivemos índices que nos envergonham, como no ranking de 2015 da OCDE em que ocupamos a posição de número 60 entre os 76 países avaliados.

E agora, por conta dos incontáveis milhões roubados dos cofres públicos, o governo corta investimentos da educação básica até a pesquisa científica, deixando cada vez mais opaco o desenvolvimento do Brasil. E mais, no pouco que sobra da educação pública o governo implementa políticas inadequadas, ceifando a possibilidade de construção da ética e do caráter de qualquer ser humano.

A esperança do povo se transformou em um sentimento de repúdio contra esse tsunami de corrupção que inunda as nossas vidas, e de novo o Brasil deixa escapar a chance de se tornar um país decente.

O Brasil está com a economia fragilizada, o Estado grande demais, impostos galopantes pressionando toda a sociedade, inflação (quase) descontrolada, a Previdência Social quebrada, uma crise política, social e institucional, a saúde pública precária e a (in)segurança em níveis jamais vivenciados, só para citar algumas situações evidentes para nós brasileiros. Essa nova realidade do Brasil não é a que sonhamos e queremos para os nossos filhos.

O Brasil chora pedindo por Ordem e Progresso!

Mas o que pode ser feito? Eu sou otimista por natureza, e sempre procurei olhar para a metade cheia do copo. Mesmo em um momento bastante delicado, precisamos encontrar no Brasil as oportunidades para desenvolver as nossas empresas, melhorar a nossa posição profissional e criar caminhos para o desenvolvimento.

Se você não pensa assim ou não tem mais energia, talvez a melhor saída seja o aeroporto de Guarulhos ou o Galeão.

E por onde começar? Bom, eu penso que há pelo menos duas dimensões da sua vida que você precisa reforçar: a sua qualificação e a sua situação financeira.

Existem diversas maneiras de se qualificar sem gastar muito. Atualmente são centenas de cursos pela internet que podem te dar aquela “vantagem competitiva”, melhorar o seu currículo e abrir novas portas. O próprio LinkedIn tem uma plataforma de aprendizagem com cursos gratuitos (Lynda).

Você também vai encontrar outros cursos interessantes em instituições brasileiras e, mais ainda, se procurar fora do Brasil. Você não precisa sair de casa para estudar, mas vai precisar trocar algumas horas do facebook pelas aulas online! São incontáveis as diferentes opções que você tem.

Na dimensão financeira, a regra agora é cuidar do caixa, cortar todos custos fixos possíveis e reduzir os gastos ao extremo. Esteja preparado para um período de muita dificuldade e não descuide nem um minuto das suas finanças. Cada centavo é importante e pode fazer a diferença.

Eu publiquei um texto sobre formas (garantidas) de perder o seu dinheiro, leia e evite todas elas! Procure o mais rápido possível ter a visibilidade do seu fluxo de caixa (aprenda como nesse post), e utilize essa ferramenta como o seu guia para o planejamento financeiro.

Preparei uma planilha gratuita para te ajudar a montar seu fluxo de caixa e o seu planejamento financeiro, você pode fazer o download no link sem qualquer tipo de cadastro.

Mais do que nunca precisamos exercitar o trabalho, a flexibilidade e a criatividade de que tanto os brasileiros se orgulham.

Me envergonho do governo que temos, ele não me representa. Mas sou brasileiro e enquanto eu acreditar nesse país vou fazer o possível para viabilizar os meus planos e deixar um país melhor para a próxima geração. Podemos começar dentro de casa e nas próximas eleições.

Quem vem comigo?

Sobre Fabio Junges

Fabio Junges é doutor em administração, professor, empreendedor e especialista em finanças pessoais e empresariais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *